BlogBlogs.Com.Br

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

DIA DAS CRIANÇAS

Qual presente uma criança deve receber?

Fonte: Jornal do Debate - IG

Em 12 de outubro, no Brasil, comemora-se o Dia das Crianças. A data, criada em 1920, só passou a ser celebrada em 1960, quando duas empresas de brinquedos e produtos para crianças fizeram uma promoção para aumentar as vendas. A ação deu certo e, nos anos seguintes, outras empresas aderiram, até que a cultura de comprar um presente para o dia entrou na vida dos brasileiros. A ONU, porém, considera 20 de novembro como a data correta para essa homenagem, quando foi assinada a Declaração Universal dos Direitos da Criança. Enquanto algumas se divertem com os novos brinquedos, por outro lado, muitas ainda continuam fora da escola, são vítimas do trabalho escravo e da exploração sexual. Para esse Dia das Crianças, qual presente uma criança deve receber?
____________________________________________________
Também já fui criança. Claro que numa época onde os presentes eram caros mas eram excluvivamente voltados para nossa geração. Tempo onde ganhávamos bonecas, carrinhos, jogos, roupas, bicicletas e vídeo games, todos com apelo infantil e inoscentes.
Mas hoje em dia, com a exploração da mídia e a super valorização capitalista sobre o consumo de produtos e marcas, o leque de opções se ampliou e parece que os brinquedos voltados pro público infantil perderam a graça, o legal mesmo é ganhar presente de "gente grande".
Bonecas e carrinhos? Nem pensar! Seu filho quer mesmo um I-pod, Mp3, Mp4, Câmera Digital, Celular de última geração, Microsystem, tv de 29" para colocar no quarto, computador com webcam...ufa! Nem se lembram que ainda são crianças com tantas opções que lhes aparecem. Os pais? É, talvez eles até tenham uma parcela mínima de culpa por atenderem os pedidos dos pimpolhos, pagando em centenas de vezes em lojas de departamento o presente que o filho tanto quer e NE-CES-SI-TA , para estar inserido no meio social infantil. Mas a culpa maior são dos valores dessa geração tão bonita e colorida, que são esmagados ano após ano pelo mercado. Não existe mais uma valorização do brinquedo, do colorido daquelas lojas maravilhosas cheias de novidades...não exitem mais as progragandas da Estrela!!! Ah, que saudade!
Tudo virou cinza, preto, branco e no máximo um vermelho, porque o adulto não gosta muito de cores e os produtos direcionados a essa faixa etária têm cores neutras. Que as crianças acabam também gostando.
Na minha modesta opinião, tirando o idealismo, aquela história de que criança precisa de educação, respeito e etc (que a gente deve lutar sim por isso, nos 365 dias do ano), o presente ideal para uma criança, no dia das crianças é a permissão de que ela viva sua infância com brinquedos condizentes à idade, que brinque, que encha os olhos ao ver uma propaganda de brinquedo e não de um eletro-eletrônico, que irá conviver pelo resto de sua vida. A infância é uma só! Não vamos deixar que se percam as cores nessa infância. Vamos cruzar os dedos pra que o mundo capitalista tenha piedade e resolva voltar suas energias manipuladoras para a valorização de produtos específicos para cada idade. Afinal de contas, isso também não é lucrativo? Se é pra ganhar dinheiro, que seja pelo menos, valorizando produtos infantis. E que volte a Estrela!