BlogBlogs.Com.Br

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

"COMO TRATAR TODAS PESSOAS QUE ENCONTRAMOS EM NOSSO CAMINHO E EM NOSSA VIDA."

Café da manhã no McDonald's (autoria desconhecida)


Esta é uma bela história e é também uma história real, por favor, leia-a até o fim! (Após o final da história, alguns fatos bastante interessantes!)
Sou mãe de três crianças (14, 12 e 3 anos) e recentemente terminei a minha faculdade.
A última aula que assisti foi de sociologia...
O professor dava as aulas de uma maneira inspiradora, de uma maneira que eu gostaria que todos os seres humanos também pudessem ser.
O último projeto do curso era simplesmente chamado "Sorrir"...
A classe foi orientada a sair e sorrir para três estranhos e documentar suas reações...
Sou uma pessoa bastante amigável e normalmente sorrio para todos e digo oi de qualquer forma. Então, achei que isto seria muito tranquilo para mim...
Após o trabalho ser passado para nós, fui com meu marido e o mais novo de meus filhos numa manhã fria de Março ao McDonald's.
Foi apenas uma maneira de passarmos um tempo agradável com o nosso filho...
Estávamos esperando na fila para sermos atendidos, quando de repente todos a nosso redor começaram a ir para trás, e então o meu marido também fez o mesmo...
Não me movi um centímetro... Um sentimento arrebatador de pânico tomou conta de mim, e me virei para ver a razão pela qual todos se afastaram...
Quando me virei, senti um cheiro muito forte de uma pessoa que não toma banho há muitos dias, e lá estava na fila dois pobres sem-teto.
Quando eu olhei ao pobre coitado, próximo a mim, ele estava "sorrindo"...
Seus olhos azuis estavam cheios da Luz de Deus, pois ele estava buscando apenas aceitação...
Ele disse, Bom dia!, enquanto contava as poucas moedas que ele tinha amealhado...
O segundo homem tremia suas mãos, e ficou atrás de seu amigo... Eu percebi que o segundo homem tinha problemas mentais e o senhor de olhos azuis era sua salvação...
Eu segurei minhas lágrimas, enquanto estava lá, parada, olhando para os dois...
A jovem mulher no balcão perguntou-os o que eles queriam....
Ele disse, "Café já está bom, por favor...", pois era tudo o que eles podiam comprar com as poucas moedas que possuiam... (Se eles quisessem apenas se sentar no restaurante para se esquentar naquela fria manhã de março, deveriam comprar algo. Ele apenas queria se esquentar)...
Então eu realmente sucumbi àquele momento, quase abraçando o pequeno senhor de olhos azuis...
Foi aí que notei que todos os olhos no restaurante estavam sobre mim, julgando cada pequena ação minha...
Eu sorri e pedi à moça no balcão que me desse mais duas refeições de café da manhã em uma bandeja separada...
Então, olhei em volta e vi a mesa em que os dois homens se sentaram para descansar... Coloquei a bandeja na mesa e coloquei minha mão sobre a mão do senhor de olhos azuis...
Ele olhou para mim, com lágrimas nos olhos e me disse, "Obrigado!!"
Eu me inclinei, acariciei sua mão e disse "Não fui eu quem fiz isto por você, Deus está aqui trabalhando através de mim para dar a você esperança!!"
Comecei a chorar enquanto me afastava deles para sentar com meu marido e meu filho... Quando eu me sentei, meu marido sorriu para mim e me disse, "Esta é a razão pela qual Deus me deu você, querida, para que eu pudesse ter esperança!!"...
Seguramos nossas mãos por um momento, e sabíamos que pudemos dar aos outros hoje algo pois Deus nos tem dado muito.....
Nós não vamos muito à Igreja, porém acreditamos em Deus...
Aquele dia, me foi mostrada a Luz do Doce Amor de Deus...
Retornei à aula na faculdade, na última noite de aula, com esta história em minhas mãos.
Eu entreguei "meu projeto" ao professor e ele o leu...
E então, ele me perguntou: "Posso dividir isto com a classe?"
Eu consenti enquanto ele chamava a atenção da classe para o assunto...
Ele começou a ler o projeto para a classe e aí percebi que como seres humanos e como partes de Deus nós dividimos esta necessidade de curarmos pessoas e de sermos curados...
Do meu jeito, eu consegui tocar algumas pessoas no McDonald's, meu filho e o professor, e cada alma que dividia a classe comigo na última noite que passei como estudante universitária...
Eu me graduei com uma das maiores lições que certamente aprenderei:
ACEITAÇÃO INCONDICIONAL.
Que muito amor e muita compaixão seja enviada a todos que lerem esta mensagem e aprenderem a:
AMAR AS PESSOAS E USAR AS COISAS E NÃO, AMAR AS COISAS E USAR AS PESSOAS...
Um anjo foi enviado para assistir você...
Para que este anjo posso trabalhar, envie isto para pessoas que também precisam de anjos em suas vidas.
Um Anjo escreveu:
"Muitas pessoas entrarão e sairão de sua vida, mas apenas os verdadeiros amigos deixarão pegadas em seu coração.
Para se controlar, use sua mente...
Para controlar os outros, use seu coração...
Deus dá a cada pássaro seu alimento, mas Ele não joga nenhum alimento em seus ninhos..."

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Gerundiando (Luiz Caversan)

"Já lá se vão cinco anos quando pela primeira vez, aqui neste "[mesmo espaço", foi dada a partida para uma onda de protesto contra a praga do gerúndio que então se estabelecia no país.
Sabe-se lá vinda de onde, provavelmente da tradução mal feita de manuais americanos de telemarketing, a série de acintes contra a língua portuguesa era ampla e variada: vamos estar mandando sua encomenda amanhã, vou estar transferindo esta ligação, o senhor pode estar vindo aqui?, esta mercadoria só vai estar chegando na próxima semana.
Na época a solidariedade foi irrestrita por parte de leitores e colegas, alguns célebres, como o meu caro Pasquale Cipro Neto e o Hélio Schwartsman.
Mas eram vozes no deserto, porque de lá para cá o maldito gerúndio se estabeleceu, galgou degraus sociais, instaurou-se até nas classes mais instruídas e não é raro hoje em dia em palestras de personalidades, reuniões de primeiro escalão ou seminários altamente qualificados (de jornalistas, pasmem) alguém de repente soltar uma pérola do tipo: "Hoje eu vou estar falando sobre o uso correto na língua portuguesa nas campanhas publicitárias..."
Vamos mandar, vou transferir, o senhor pode vir?, sua mercadoria chegará amanhã, e hoje eu vou falar da língua portuguesa... Não é simples?
Parece que não, porque todos, ou quase, preferem "enfeitar" a coitada da língua pátria com algo que não lhe pertence, a não ser em ocasiões especiais, ou seja, quando alguma coisa efetivamente estiver acontecendo no futuro.
Mas eis que surge um alento. Segundo me alerta uma amiga querida e culta, dia desses a personagem da ótima Fernanda Montenegro na novela "Belíssima" deu uma tremenda bronca na secretária, que saiu lá com um gerúndio desses. Houve um breve comentário a respeito, a partir do qual a neta da personagem, vivida por Gloria Pires, protestou contra a tal da onda de gerúndio. Meus agradecimentos ao autor do folhetim eletrônico, Silvio de Abreu
Quem sabe agora que o alerta apareceu no programa de maior audiência da rede de maior audiência as pessoas que adoram esta forma burra de falar se dêem conta.
Mas o mais provável é que elas estarão falando da mesma maneira, para desespero de quem presta atenção no que as pessoas dizem, e como... "
Este texto é de 1995, mas ultimamente tenho visto no meio em que trabalho (detalhe, sou professora) várias professoras, formadas em LETRAS, inclusive, gerundiando d+ perto de mim e lembrei deste texto que havia lido há muito tempo e resolvi postá-lo. Ele saiu na FOLHA ON LINE.

domingo, 12 de julho de 2009

LENDAS URBANAS

Lendas urbanas: jovem contaminada pelo cadáver
São José do Rio Preto, 12 de julho de 2009

FONTE: http://www.diarioweb.com.br

Giseli Marchiote

02:45 - Uma tal jovem, de identidade e idade desconhecidas, estaria internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base (HB) de Rio Preto e estaria correndo o risco de perder os lábios e o queixo devido a uma bactéria que só existe em cadáveres. Dizem que médicos não descartam a possibilidade de a garota morrer em decorrência do problema. A menina teria ido parar no HB depois de beijar um rapaz durante uma micareta que aconteceu em abril deste ano em Rio Preto. O rapaz, que teria vindo de São Paulo, matou a ex-namorada e manteve o corpo da garota em casa. Durante esse período, ele manteve relações sexuais com a morta e pegou a bactéria, que contaminou a garota que está internada no HB.Esta é apenas mais uma história que surge não se sabe de onde, espalha-se pela cidade e acaba virando mais uma das incontáveis lendas urbanas, que todo mundo conhece mas ninguém viu. São histórias passadas de uma pessoa para outra que geralmente possuem elementos de alerta, terror ou humor. A história da menina infectada pela bactéria já foi contada nos Estados de Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande so Sul e até mesmo em Brasília (DF). Ninguém viu ou sabe quem é a garota. Ela é sempre amiga de um conhecido. Outro fato que faz a veracidade da história desaparecer é o HB não ter nenhum paciente internado nos últimos meses com as características da suposta menina contaminada. “Não existe qualquer investigação na Polícia Civil de Rio Preto sobre este fato. Nenhum boletim de ocorrência foi registrado e ninguém foi preso por ter matado a namorada e ocultado o corpo”, afirma o delegado Seccional de Rio Preto, Jozeli Donizete Curti. “Isso é imaginação do povo.”
Apesar disso, a narrativa ganhou corpo. Em qualquer lugar de Rio Preto - faculdades, escolas, bares, lojas, na Prefeitura e até mesmo no Fórum - é possível ouvir a história, que ganha novos detalhes a cada dia. “A menina é estagiária da Prefeitura, um professor da faculdade disse que é verdade. Uma amiga da minha mãe conhece a mãe da menina, que está entre a vida e a morte. Os médicos demoraram para descobrir de onde vem a bactéria”, diz Carolina, 20 anos, estudante de publicidade. Funcionários do Fórum chegaram a procurar nos cartórios criminais algum inquérito ou processo que relatasse a história. “Falaram que é verdade. O inquérito chegou no cartório com pedido de prazo e voltou para a polícia concluir a investigação. Estão abafando o caso porque a menina é filha de um médico importante da cidade”, disse um funcionário do Judiciário, que passou o “furo de reportagem” sob a condição de anonimato.No Orkut, site de relacionamento, a história é tema de grupos de discussão. Enquanto alguns adolescentes afirmam ser verdadeira a história, outros riem da inocência daqueles que adotaram a lenda urbana como real e repassam a história com novos detalhes: o corpo da namorada morta ficou dentro de um freezer; o rapaz colocou o cadáver dentro de uma banheira com formol; a polícia achou o corpo por causa do mau cheiro, mas o garoto fugiu. “Foi feito um boletim de ocorrência. Os policiais foram entregar a intimação (ao rapaz) e descobriram que ele mantinha relação sexual com a ex-namorada morta e que estava guardada dentro de um frezeer. Ele comeu metade do corpo dela (como se fosse comida), agora recebemos informações que a menina estava em coma, já estava toda comida por dentro e que ela já faleceu. Isso é verdade sim, que isso sirva de exemplo e para não ficar beijando qualque um”, narra um dos integrantes do grupo de discussões sobre o assunto no Orkut.
Lendas ganham fama
Forte carga de suspense e elementos sobrenaturais são itens que não podem faltar em uma lenda, seja ela urbana ou não. De acordo com a escritora Heloisa Prieto, autora de livros sobre lendas e pesquisadora do processo de criação literária, a narrativa mágica seria uma forma de falar das emoções ancestrais, os temores universais, como da morte, por exemplo. “Histórias assim são uma maneira de nos lembrar que a vida é finita. Diante do tempo cronológico, da fragilidade do corpo humano, do acaso, todos somos iguais, portanto, trata-se de lembretes bem democráticos”, afirma a escritora.Uma das mais tradicionais lendas urbanas é a da “loira do banheiro”, fortemente difundida entre alunos da rede pública de ensino há muitos anos. Diz a história que uma garota muito bonita de cabelos loiros com aproximadamente 15 anos, sempre planejava maneiras de “matar” aula. Uma delas era ficar no banheiro da escola esperando o tempo passar. Um dia, um terrível acidente aconteceu. A loira escorregou no piso molhado do banheiro e bateu a cabeça no chão. Ficou em coma e pouco tempo depois morreu. A menina não se conformou com seu fim trágico e passou a assombrar os banheiros das escolas. Muitos alunos juram ter visto a famosa loira do banheiro, pálida e com algodão no nariz para evitar que o sangue escorra. “A história da loira do banheiro é verdade. Fui com meus amigos no banheiro da escola, demos descarga algumas vezes, falamos palavrões e ela apareceu no espelho. Eu vi! A menina é loira mesmo”, afirma o estudante Antonio Saturnino Junior, 16 anos.Heloisa afirma que é fácil reconhecer uma lenda urbana, pois há elementos essenciais que fazem parte de todas elas. “São narrativas apócrifas, que tangenciam o sobrenatural como as lendas antigas, situando a trama em contexto real e contemporâneo. Elementos como hospitais, remédios, táxis e aviões fazem parte dessa nova combinatória dos antigos causos”, diz a escritora. Em Rio Preto, outras lendas povoaram o imaginário das pessoas e de tanto serem repetidas se tornaram verdades para aqueles que as contavam. Uma delas é a história de uma criança que teria sido picada por uma cobra dentro da piscina de bolinha de uma lanchonete. Assim como a história da garota infectada pela bactéria do cadáver, ninguém nunca soube o nome da criança. A história correu o País e, em algumas cidades, o acidente aconteceu em outros restaurantes. Durante a construção de um hipermercado, em Rio Preto, surgiu a história de que uma caveira foi filmada pelas câmeras de segurança do local empurrando um carrinho de compras. A história foi contata em todos os bairros da cidade, mas as imagens nunca existiram. Noiva do CubatãoHistória sinistra também é contada pelos lados de Ibirá e Urupês. Dizem que ali, próximo à divisa dos municípios, num trecho bucólico cortado pelo córrego Cubatão, uma noiva trajada a rigor sai em noite de lua cheia para assombrar motoristas. Seu alvo são homens que, de alguma forma, fazem lembrá-la do noivo que a teria abandonado no altar. A versão de que ela teria sido abandonada no altar não é única. Alguns dizem que a mulher teria se afogado nas águas do córrego durante a festa de casamento, às margens do Cubatão. O motivo, não se sabe. Fato é que, vez ou outra, o carro de algum motorista seria ‘visitado’ por ela enquanto trafega por aquelas bandas.
Por que eu coloquei essa reportagem aqui na íntegra???
Estou simplesmente cansada de discutir com pessoas "crentes" d+ em assuntos banais e malucos e cansada de dizer que isso era uma lenda urbana e assim mesmo ouvir: "não, a minha vizinha trabalha de faxineira no hospital e viu o corpo da menina" ou então, "eu conheço uma pessoa que trabalha no HB que disse que é verdade e o corpo tá na FAMERP (Faculdade de Medicina que funciona em parceria com o hospital) pra estudos.
Enfim, senhores e senhoras céticos de plantão, eis que um veículo de informação de nossa ilustre cidade divulga uma nota que esclareça (ou não) essa história de vez.
Obs: Estou divulgando a notícia como forma de alertar às pessoas que ficam propagando notícias falsas e causando pânico por aí. Não tive o intuiuto de plagiar o jornal em momento algum!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Amor incondicional...


Há 11 anos que vc chegou.

Pequena mas bravinha, filha da cachorra de um vizinho.

Minha mãe te deu o nome de Dolly...era época da famosa ovelhinha clonada (ah! se vc tivesse uns clones!).

Em todos esses anos sempre esteve ao nosso lado, nas horas tristes e felizes.

Lembro-me de várias vezes chorar ao teu lado e você lamber meu rosto secando minhas lágrimas.

Também lembro de sua fidelidade quando meu pai sofreu acidente estava com a perna cheia de ferros, com uma fratura operada. Você ficou de plantão ao seu lado, rostando muitas vezes para os "visitantes" que vinham ver seu amado dono e tentavam tocar em seu machucado.

Você nunca tinha cruzado. Mas depois de velha, danadinha como sempre, fugiu e ficou grávida...já passava dos 7 anos. Ficou esperando cachorrinho. Quase morremos de susto! O parto foi sofrido, perdeu o útero nesse parto, mas sobreviveu e resistiu bravamente. Teve apenas 1 filhote, mas como o mesmo era macho,muito arteiro e vc muito ciumenta, não ficamos com ele.

O tempo foi passando...

Semana passada resolvemos acabar (ou começar) com seu sofrimento de um tumor que estava enorme e levamos nossa menina para o veterinário. Você estava com um câncer irraizado por seu corpinho, mas nos 2 primeiros dias da cirurgia resistiu bem, comeu, brincou...passados esses dias, começou a não comer, vomitar...voltamos ao veterinário, nada de febre ou infecção aparente. Hemograma!

Com esse exame veio a confirmação de uma infecção.

Vc foi internada hoje (30/06/2009), passou o dia entre soro e injeções de vitaminas. Foi tão triste chegar em casa do trabalho e não te ver...senti um frio na barriga e um aperto no coração. Voltei para trabalhar de tarde depois de chorar muito.

No final da tarde fomos buscá-la para dormir em casa.

Amanhã recomeça a jornada de injeções...

O que eu te imploro?

Seja guerreira e forte como sempre foi...

Não nos deixe agora, dói muito pensar em te perder.

Podem me chamar de doida, de qualquer coisa, mas o amor da gente é incondicional e pode ser sentido até mesmo pelos animais.

Aliás, a Dolly não é só uma cadelinha vira-lata mimada, ela é parte da família, nosso bebê, nossa menina, nossa gorda (que agora tá tão magrinha).

Dolly...vc está em minhas orações.

MELHORASS!

Te amo...

quinta-feira, 4 de junho de 2009

SIMPATIAS PARA SANTO ANTÔNIO...TÁ CHEGANDO O DIA, HEIN!

Santo Antônio:
Santo casamentiro e padroeiro dos namorados. É igualmente o protetor dos feirantes

FESTA: 13 de Junho. Comemora-se todo o dia 13.
DIA DA SEMANA: terça-feira.
CORES: castanho (para pedidos especiais), verde (para pedidos sobre questões financeiras), laranja (para pedidos sobre casamentos).
Santo Antônio, o ‘Santo Casamenteiro’, é reverenciado no dia 13 de Junho, e a ele são dedicadas a maioria das simpatias realizadas nesse mês.
Sua especialidade: arranjar maridos.
Lenda de Santo António: Duas moças não tinham dinheiro para o dote, e portanto não arranjar marido para casar. Santo Antônio teria jogado um saquinho de moedas pela chaminé das duas moças desamparadas. Este episódio teria dado origem à sua fama de ajudar as moças a encontrarem marido.
**********************************
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para arranjar namorado.
Comprar uma pequena imagem de Santo António. Virar o Santo Antônio de cabeça para baixo, dentro de um copo com água, dizendo que o porá de pé quando tiver arranjado namorado.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para arranjar namorado.
Pegue na imagem do Santo António, e fale com ele. Diga-lhe que enquanto ele não lhe arranjar um namorado ficará no frigorifico, se demorar que irá para o congelador. Retire-o de lá quando o seu amor lhe bater á porta.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para arranjar namorado.
Logo na manhã do dia 12 de Junho, véspera de Santo Antonio, compre um metro de fita azul, de qualquer largura, e escreva nela o nome completo da pessoa amada. Guarde a fita junto ao seu coraçao. À noite, conte 7 estrelas no céu, e enquanto conta faça um pedido ao santo, para que ele ajude você a conquistar o coração dessa pessoa. No dia seguinte, amarre a fita nos pés da imagem de Santo Antonio e deixe lá, até conseguir namorar com ele ou com outro de seu agrado.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para arranjar namorado.
Abra a porta da frente da casa para que Santo Antônio permita a entrada de alguém especial na sua vida, dizendo: "Santo Antônio, protetor dos namorados, faça chegar até a mim aquele que anda sozinho e que em minha companhia será feliz."Você pode ainda acender uma vela rosa de qualquer tamanho em um pires com mel e pedir a Arcanjo Haniel a verdadeira realização afectiva.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para arranjar namorado.
Precisará de: 3 três penas de qualquer passarinho,3 pétalas de rosas, de qualquer cor, 1 medalha de Santo Antonio
No dia de Santo Antonio: embrulhe tudo num paninho branco e leve o consigo no bolso. Ao trocar de roupa, também troque o embrulhinho de bolso. Faça isso por 10 dias e depois jogue num gramado as penas e as pétalas, mas conserve o a medalha em algum lugar entre suas coisas.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para arranjar namorado
Pegue em 7 rosas e coloque-as num vaso bonito. Enquanto faz isso reze para Santo Antônio. Depois que elas secarem, leve as pétalas até uma igreja onde aconteçam muitos casamentos.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para arranjar namorado
Colocar um quartzo rosa dentro de um copo transparente, com água filtrada, e deixar no relento, na véspera do dia de Santo Antonio, peça tudo o que deseja a nivel de realização afectiva tipo (felicidade, harmonia, romantismo, companheirismo, cumplicidade, afecto, dedicação, carinho, amor, compreensão, etc...)
No dia seguinte, passar a água: nos pulsos, para se articular sempre com equilíbrio; nos joelhos, para ter flexibilidade e respeitar o outro; no coração, para amar com sinceridade, e que o amor seja pleno e digno.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para arranjar namorado
No dia de Santo Antônio, olhe para o céu e escolha uma estrela . Fixe nela seu olhar e faça seu desejo com fervor. Abra os braços e agradeça ao Universo a chegada do amor.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para conquistar alguém de seu pensamento
Na noite do dia 12 de Junho, pegue uma vela branca nova e escreva na vela, com um palito de dente, o seu nome completo e o nome da pessoa em questão. Passe a vela no mel e depois acenda-a sobre um pires branco. Depois de alguns dias, essa pessoa especial virá ter com você.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para encontrar a alma gémea
Ponha a imagem do Santo Antonio debaixo de sua cama, durante três noites seguidas. Antes de dormir, imagine o seu corpo rodeado por uma luz rosada. Na manhã do quarto dia, prepare um banho de casca de maçã com uma colherada de mel. Conhecerá rapidamente uma pessoa especial.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber o nome do futuro marido
No dia de Santo Antonio em uma festa junina coloque água na boca e comece a rodar em volta da fogueira O primeiro nome que você ouvir alguém chamando ou gritando Será o nome do seu futuro marido.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber o nome do futuro marido
Deve comprar um facão e, à meia-noite do dia 12 de junho, cravá-lo numa bananeira. O líquido que escorrer da planta deve formará a letra do nome do futuro amor.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber o nome do futuro marido
Uma das mais antigas tradições diz que, para descobrir o quem seráo futuro marido, é preciso escrever os nomes dos “candidatos” em vários papéis. Um dos papeis deve ser deixado em branco. À meia-noite do dia 12 de junho, eles devem ser colocados em cima de um prato com água, que passará a madrugada ao relento. No dia seguinte, o que estiver mais aberto indicará o escolhido.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber o futuro marido é jovem ou mais velho
Arranje um ramo de pimenteira. Feche os olhos e escolha uma das pimenteiras. Se a escolhida for verde, ele será jovem. Caso contrário, o casamento acontecerá com alguém de mais idade.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar
Compre uma imagem de Santo Antonio feito de madeira de guiné, e no dia de Santo Antonio você separa o menino Jesus dele e peça: " Santo Antonio, Santo Antoninho Faça .... ( fulano) se casar comigo que devolvo o teu menino." Manter o menino jesus separado do Santo Antonio e só lho devolver quando casar.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar
Deve ir a um casamento e dar de presente aos noivos uma imagem de Santo Antônio, á qual terá retirado o Menino Jesus. Aquando do casamento, pedir no altar para se casar com alguém, seja conhecido ou não. Assim que a graça for alcançada, deve voltar áquela igreja e lá depositar a imagem do Menino Jesus.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar
Quando ouvir tocar o sino de qualquer igreja, vá até lá, entre e faça um pedido a Santo António, o santo casamenteiro, para que lhe arranje um bom marido, amoroso e fiel.... Quando tiver o seu desejo atendido, volte à igreja para agradecer a Santo António.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar com o namorado
A pessoa deve amarrar um fio do seu cabelo a um fio do seu namorado. Esses 2 fios amarrados devem ser colocados aos pés do santo, que resolverá a questão.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar com o namorado
Precisará de: 1 lenço dele, 1 lenço seu.
Peça um lenço ao seu namorado, mas antes limpe os lábios dele com ele. Depois guarde o lenço dele com o seu lenço, atados por um nó bem forte. Guarde entre seus objetos pessoais. Evite encontrá-lo durante 3 dias. Depois deste tempo desfaça o nó e morda as quatro pontas do lenço dele. Devolva o lenço no primeiro encontro após ter feito isso. Quanto ao seu lenço deixe-o na igreja aos pés de santo Antonio.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar com quem deseja
Pegue um pedaço de papel branco e coloque-o sobre um prato. Desenhe um coração do tamanho do fundo do prato. Depois, recorte o desenho. Nas 3 primeiras linhas escreva o nome do homem que você quer. Nas 3 linhas seguintes escreva o seu. Coloque o desenho do coração no fundo do prato, derrame um pouco de mel sobre ele, bem como algumas pétalas de rosa branca. Acenda uma vela branca no meio do prato, deixando-a queimar totalmente. Quando a vela acabar de queimar, firme o pensamento no homem desejado. Reze a Oração de Santo Antonio. Guarde o prato por sete dias. Depois, lave as pétalas e coloque-as na igreja do Santo. O prato com o coração deve ser deixado num jardim.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para conseguir casar-se
No dia de Santo Antonio deve pegar um ramo de manjericão. Faça um chá com um pedaço do ramo e tome-o antes de dormir. O outro pedaço deve ser colocado num copo com água e deixado na janela do quarto.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para se casar
Plante um pé de cravo branco em um vaso bem bonito. Faça deste plantio um momento de devoção ao santo. Cuide deles com carinho e quando as flores nascerem, pegue uma e ofereça a Santo Antônio.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para se casar
Retire 3 espinhos de uma rosa vermelha e coloque dentro do perfume que você usa e que a pessoa gosta. Peça para Santo Antônio remover os obstáculos “se for para a felicidade de ambos”. Use o perfume sempre que estiver com a pessoa.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para se casar ou apressar o casamento
Precisará de: 1 bolo pequeno; 3 velas com a figura de Santo Antônio; 1 essência flor de laranjeira (flor tradicional dos casamentos).
No dia 13 de Junho de manhã, tome um banho com a essência de flor de laranjeira. Acenda as 3 velas de Santo Antônio. Corte o bolo e reserve o primeiro pedaço, e seguidamente distribua o bolo para 3 mulheres casadas. O primeiro pedaço do bolo deverá ser colocado na porta de uma igreja que realize casamentos.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para ser pedida em casamento
Pegue uma fita vermelha e use-a no sutiã, entre os seios, por sete dias. Após esse prazo, coloque-a dentro de um envelope, lacre-o e coloque-o no altar de Santo Antônio. Reze ao santo pedindo que realize seu desejo, depois acenda uma vela de sete dias.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber se o casamento está proximo
No dia 12 de Junho á meia-noite, quebre um ovo dentro de um copo com água e coloque-o no sereno. No dia seguinte, veja e interprete o desenho que se formou. Se aparecer algo semelhante a um vestido de noiva, véu ou grinalda, o casamento está próximo.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber se o casamento está proximo
Para descobrir se falta muitos anos para casar, no dia 12 de Junho á meia-noite (na véspera do dia de Santo António) amarre uma aliança – que pode ser de qualquer parente – numa linha ou num fio. Coloque um copo sobre a mesa e segure o fio de modo que a aliança esteja dentro do copo. O fio com a aliança funcionará como um pêndulo.
Pergunte, então a Santo António, quantos anos faltam para você se casar. O número de batidas no copo, informa quantos anos ainda faltam para o grande dia.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para saber se o casamento está proximo
No dia de Santo António, a 13 de Junho, coloque 2 agulhas iguaizinhas dentro de uma bacia com água,com 2 colheres de açucar. No dia seguinte veja com estão as agulhas. Se estiverem juntas é porque o casamento está proximo.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para saber se irá casar-se
Na véspera do dia de Santo Antônio, compre um copo branco e, à meia noite, coloque água dentro. Quebre um ovo galado dentro do copo, não arrebentando a gema. Deixe ao relento toda a noite. No outro dia, antes do sol nascer, pegue no copo e observe-o. Se estiver coberto por uma névoa branca você se casará antes do dia de Santo Antônio do próximo ano.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para o casamento trazer felicidade.
Se você está para casar, faça o seguinte se quiser encontrar felicidade nas núpcias: um dia antes das bodas, faça uma oração fervorosa para Santo Antônio a Nossa Senhora da Conceição, pedindo que essas divindades lhe dêem muita felicidade na vida de casada(o).
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para o namorado voltar
Amarre 7 fitas coloridas numa estatua de Sto. Antônio, guarde-a no seu guarda-roupa, de cabeça para baixo. Prometa que quando tudo estiver bem, você liberta o Santo.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: Para o seu amor voltar
Escreva num pedaço de papel vermelho o nome da pessoa que você ama e quer que volte. Pegue uma foto dessa pessoa e cole-a no papel. Enrole o papel com a foto colada e amarre-o com uma fita vermelha.
Num vaso transparente, coloque meio litro de água benta e sete botões de rosa vermelha. Vá até uma igreja que tenha a imagem de Santo Antônio, coloque o vaso no altar.
Em sua casa, acenda sete velas brancas, perto do seu papel enrolado e amarado com a fita vermelha, ofereça-as ao Santo António e peça-lhe a volta do seu amor.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para os casais fazerem as pazes
Basta um cravo e uma rosa. Amarre juntos os 2 talos das flores com uma fita verde. Dê 13 nós na fita. Enquanto estiver a dar os nós pense em Santo António, e peça-lhe para vos unir em amor, como os talos das flores.
*
SIMPATIA SANTO ANTONIO: para nunca perder a pessoa amada
Pegue numa fotografia sua e numa da pessoa amada, de preferência de corpo inteiro, passe cola nas faces das duas e coloque-as uma de frente para a outra, enrolando um retrós de linha vermelha, em cruz, até o final. Cole-as, em seguida, no verso do quadro com a imagem de Santo Antônio, colocando-o na parede do seu quarto, acima da cabeceira de sua cama.
Todas as manhãs, quando se levantar, e à noite, quando for se deitar, olhe para os olhos do Santo e mentalize seu amor e você, unidos para sempre pela influência de Santo Antônio.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Mais uma "rata" em se tratando de Educação no estado de SP

Escolas da região recebem do Estado livro com palavrões

São José do Rio Preto, 20 de maio de 2009

Vivian Lima e Allan de Abreu



03:19 - Um livro que reúne histórias em quadrinhos contendo palavrões e piadas de cunho sexual distribuído pela Secretaria de Estado da Educação a alunos da 3ª série chegou a escolas da região de Rio Preto. Apesar de a assessoria da secretaria informar que determinou o recolhimento do material na semana passada, pelo fato dele ser impróprio a alunos na faixa dos 9 anos, ao menos dois municípios da região receberam a publicação esta semana. O livro “Dez na área, um na banheira e ninguém no gol” chegou a escolas como Coronel Francisco Arnaldo da Silva, em Fernandópolis, e Eljacia Moreira, em Jales, mas pode estar presente também em outras unidades, já que diversas escolas de Rio Preto e municípios da região informaram ter recebido caixas de livros nesta semana, mas ainda não as abriram.O livro que reúne as histórias em quadrinhos foi adquirido pelo Estado para integrar o Programa Ler e Escrever, de reforço à alfabetização de crianças e incentivo à leitura. Em Jales e Fernandópolis, o livro não chegou à mão dos alunos. Isso porque o material está na escolas há poucos dias, sem ter sido separado e catalogado. Em Rio Preto, a informação obtida ontem junto à Diretoria de Ensino era de que o livro não tinha chegado às escolas da cidade. Em nota, a Secretaria de Estado da Educação afirma que a escolha do livro “foi um erro”, pois a publicação seria destinada a alunos da 3ª série, mas possui conteúdo inadequado para essa faixa etária. Entre os trechos da publicação está o conteúdo de uma tirinha onde um personagem diz: “nunca cocei o saco e falei merda ao mesmo tempo”.O governo instaurou sindicância para apurar as responsabilidades no processo de seleção dos livros. A sindicância tem de ser concluída em 30 dias. A pasta informa que determinou o recolhimento do livro no último dia 15, logo depois que coordenadores pedagógicos do programa Ler e Escrever receberam os primeiros exemplares. O órgão comunica ainda que o livro “Dez na área” é apenas um dos 818 títulos comprados para apoiar o Programa Ler e Escrever. Segundo a secretaria, 1.216 exemplares do “Dez na área” foram distribuídos às escolas estaduais, número que representa 0,067% dos 1,79 milhão de livros adquiridos para serem utilizados como material de apoio. Para o especialista em políticas educacionais da Universidade de São Paulo (USP), José Marcelino de Rezende, o livro gera uma visão deturpada da sexualidade “para um público que nem atingiu a puberdade”. “É um desrespeito ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) inaceitável no Estado mais rico da federação”, diz. Rezende atribui a falha a “uma mistura de incompetência com a arrogância de quem acha que não precisa ouvir educadores e professores antes de adquirir materiais didáticos”. O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) tem visão parecida. “Não se recomenda esse tipo de leitura nem a adultos, quanto mais a crianças”, afirma a coordenadora da entidade em Rio Preto, Alaíde Nicoleti Pinheiro, para quem o livro incentiva a violência na escola.

*

UNS MESES ATRÁS...

*

Apostila da 6ª série tinha erro em mapaA distribuição do livro “Dez na área, um na banheira e ninguém no gol” não é o primeiro caso de polêmica envolvendo obras didáticas na rede estadual de ensino. Em março deste ano, o Diário revelou, com exclusividade, que a Secretaria de Estado da Educação distribuiu 500 mil apostilas para alunos da 6ª série do ensino fundamental com um erro de geografia: no mapa da América do Sul, o Paraguai aparecia duas vezes - uma no lugar do Uruguai, outra na área geográfica da Bolívia. Além disso, o Equador não aparecia na ilustração. Após as reportagens do Diário, da “Folha de S.Paulo”, da Rede Globo e até de jornais de países sul-americanos, como o argentino “Clarín”, o governador José Serra determinou o recolhimento do material, confeccionado pela Fundação Vanzolini. Nove dias depois do escândalo, a secretária estadual de Educação, Maria Helena Guimarães de Castro, pediu demissão do cargo. Assumiu em seu lugar Paulo Renato Souza, ministro da Educação no governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

FONTE: http://www.diarioweb.com.br



terça-feira, 5 de maio de 2009

Texto de Danusa Leão para o Estado de São Paulo

Meninas de todo o Brasil, tenho um conselho valioso para daraqui: se você acabou de conhecer um rapaz, ficou com elealgumas vezes e já está começando a imaginar o dia do seucasamento e o nome dos seus filhos, pare agora e me escute!Na próxima vez que encontrá-lo, tente (disfarçadamente)descobrir como é sua barriga.Se for musculosa, torneada, estilo 'tanquinho', fuja!Comece a correr agora e só pare quando estiver a umadistância segura. É fria, vai por mim.Homem bom de verdade precisa, obrigatoriamente, ostentar umabarriguinha de chopp.Senão, não presta.Veja bem, não estou falando daqueles gordos suados, quesentam horas na frente da televisão com um balde de frangofrito e que, quando se abaixam, mostram um cofre peludo.Não!Estou me referindo àqueles que, por não colocarem a belezafísica acima de tudo (como fazem os malditos metrossexuais), acabaram cultivando uma pancinha adorável.Esses, sim, são pra manter por perto.E eu digo por quê.Você nunca verá um homem barrigudinho tirando a camisadentro de uma boate e dançando como um idiota, em cima dobalcão.Se fizer isso, é pra fazer graça pra turma e provavelmenteserá engraçado, mesmo.Já os 'tanquinhos' farão isso esperando que todas asmulheres do recinto caiam de amores - e eu tenho dó das quecaem.Quando sentam em um boteco, numa tarde de calor, adivinha oque os pançudos pedem pra beber?Cerveja! Ou Coca-cola, tudo bem também.Mas você nunca os verá pedindo suco ou coca-light.Ou, pior ainda, um copo com gelo pra beber a misturapatética de vodka com 'clight' que trouxe de casa..E você não será informada sobre quantas calorias tem no seucopo de cerveja, porque eles não sabem e nem se importam comessa informação.E no quesito comida, os homens com barriguinha também nãodeixam a desejar.Você nunca irá ouvir um 'ah, amor, 'Quarteirão' é gostoso,mas você podia provar uma 'McSalad' com água de coco'.Nunca!Esses homens entendem que, se eles não estão em formaperfeita o tempo todo, você também não precisa estar.Mais uma vez, repito: não é pra chegar ao exagero total emamar leite condensado na lata todo dia!Mas uma gordurinha aqui e ali não matará seu relacionamento.Se ele souber cozinhar, então, bingo!Encontrou a sorte grande, amiga...Ele vai fazer pra você todas as delícias que sabe, e nuncatorcerá o nariz quando você repetir o prato.Pelo contrário, ficará feliz.Outra coisa fundamental: homens barrigudinhos sãoconfortáveis!Experimente pegar a tábua de passar roupas e deitar em cimadela.Pois essa é a sensação de se deitar no peito de um musculosobesta.Terrível!Gostoso mesmo é se encaixar no ombro de um fofinho, isso queé conforto.E na hora de dormir de conchinha, então?Parece que a barriga se encaixa perfeitamente na nossalombar, e fica sensacional.Homens com barriga não são metidos, nem prepotentes, nemdonos do mundo.Eles sabem conquistar as mulheres por maneiras que excedem abarreira do físico.E eles aprenderam a conversar, a serem bem humorados, a usaro olhar e o sorriso pra conquistar.É por isso que eu digo que homens com barriguinha sabemfazer uma mulher feliz.. e, quem gosta de homem bonito esarado, é viado.

domingo, 11 de janeiro de 2009

Até onde ou desde onde vai o preconceito?

Vivemos num mundo onde a beleza tem padrões: pele branca, cabelo liso e de preferência loiro, corpo esbelto, olhos claros de preferência. Se tiver fora de qualquer um desses padrões, vc provalvente não será tão bem aceita socialmente como gostaria.
O problema maior de tudo isso, é quando o preconceito está entranhado nas pessoas desde que nascem, por serem marginalizadas pela sociedade. Isso pesa tanto em suas cabeças, que criam uma verdade única daquilo que lhes é imposto como verdade. Daí vêm os casos de anorexia e bulimia e um caso ainda mais triste, que é o que me trouxe a esta postagem: racismo.
Desde pequenas, crianças afro-descendentes, são "convencidas" de que ser bonito, inteligente e legal é ser branco e acreditam nisso como verdade absoluta. Torna-se uma ideologia. Leiam o texto abaixo escrito por SUELI SUEISHI e assistam em seguida o vídeo. Fiquei emocionada, mas não de alegria, de tristeza.
*****************************************
"Você poderia me mostrar qual das duas bonecas é a mais feia? Sem hesitar, a garota afro-americana aponta a boneca negra como a mais feia. E por que ela é feia? Porque ela é negra. E por que a outra boneca é mais bonita? Porque ela é branca. Este diálogo faz parte de um teste baseado nos estudos do psicólogo americano Kenneth Clark que, em 1954, ajudou a Suprema Corte dos Estados Unidos a proibir a segregação racial nas escolas públicas.
No teste, crianças afro-americanas precisavam escolher entre duas bonecas, uma branca e outra negra, a "mais bonita". Os resultados provaram que a segregação racial destruía a auto-estima de crianças afro-americanas. Mais de 50 anos depois, em 2006, a estudante americana Kiri Davis, de apenas 17 anos, refez o teste e, pasmem, os resultados foram os mesmos.
Ela entrevistou 21 crianças afro-americanas do Harlem Day Care Center e 15 afirmaram preferir a boneca branca. O documentário, intitulado A Girl Like Me, foi muito comentado nos Estados Unidos e questionou o papel da mídia, ou seja, como as propagandas ainda atrelam o "bonito" e "perfeito" a características como pele branca, olhos claros, magreza. Isso me faz pensar que é essa imagem que, inevitavelmente, serve de parâmetro para os nossos filhos julgarem o que é bonito e feio, levando-os a questionarem, inclusive, a própria imagem. "